4 de jul de 2007

Meu Futuro

Se eu me deixar levar na correnteza
Enquanto alguns se prendem em fortaleza
Aprenderia mais do que já sei
Se me deixarem toda falsidade
Mais do que tive em toda minha idade
Receberia mais do que eu deixei
Então iria mais além
Numa estrada me sentindo zen
Vendo além do que a realidade tem
Encontraria algo mais
Talvez a imensidão da paz
Então poria flores no seu quarto
Alguns procuram futuro atrás de um imenso véu
Enquanto o vento faz linhas curvas lá no céu
Eu procuro as nuvens nos terraços
Se a morte é o fim que nos espera
Sentença final de toda era
Eu espero a chuva nos telhados
Então iria mais além
Numa estrada me sentindo zen
Vendo além do que a realidade tem
Encontraria algo mais
Talvez a imensidão da paz
Então poria flores no seu quarto

Nenhum comentário: