30 de out de 2010

35 anos!!!

35 anos se passaram, desde que reencarnei pela última vez...
Como passou rápido até aqui...
Ainda lembro-me do nome de todas as ¨tias¨ da escola, desde o maternal... inclusive da Tia Justina, na 2ª série, que me odiava....rs... de meus albuns de figurinhas colecionados na infância... de minha cadeirinha de palha assistindo ao meu pai lavar o carro no final de semana, e de minha mãe colocando seus discos em vinil aos finais de semana tomando uma cervejinha comendo salame com meu tio...
Meu Pai
Lembro-me das festinhas de aniversário, do bolo e guaraná, da minha amada Vó Preta sempre se desviando das fotos ou colocando a mão no rosto porque odiava tirar fotos...

Lembro-me da primeira cirurgia (aos 6 anos) para retirada da adenóide, e de minha recuperação com sorvete e a caixa de mágicas dada pela minha Tia Soninha...
Lembro-me da minha reação ao ganhar minha bicicleta Monark...rs
Lembro do Shazam (maritaca), a Chip e o Chop (2 cães) e depois a Sula (amada poodle, que chegou a mudar para Brasília conosco).
Bisavô Jorge e Sula

A Cadeirinha de Palha
Lembro-me do choro de minha bisavó Esperança todas as vezes que íamos na casa dela (sempre parecendo que era a ultima visita). Das torradas na casa da minha bisavó Luiza... das brincadeira com meu bisavô Jorge quando ele veio morar conosco após a ¨passagem¨ da bisa.


Minha Mãe
 





Lembro-me dos poucos momentos que tive ao lado do meu vô Rubens, e por mais que a vida tenha dado a ele outros destinos, só posso dizer que tenho muitas saudades do seu carinho.

Lembro-me da Tia Deolinda (muito mais que uma empregada), que tomava todas e fazia a família ¨pagar mico¨...
Vó Preta
Meu vô Preto, já falecido, que quando veio à Brasília com minha vó, vi pela primeira vez um beijo na boca entre eles que foi devidamente fotografado na Ermida Dom Bosco mas depois vimos que a máquina estava sem filme...

Tio Rubinho
As viagens em família para Arraial do Cabo/RJ... as brincadeiras com meu tio Rubinho, o irmão que não tive...

Vô Preto

Lembro de tantos detalhes... Dos meus amiguinhos vizinhos (Tiago e Mateus) e nossas brincadeiras com as coleções de Playmobil e Comandos em Ação...
 Dos meus amigos de infância na escola o Mundo da Criança em São Paulo... (Claudia, Giuliana, Sheila, Janaina, Fabiana, André, Paulo Henrique, Marcelo, Dênis e tantos outros). Da Dona Marlene, Dona Gioconda e até da faxineira da escola, a Dona Izabel...

Vó Beatriz
Lembro do primeiro corte, no pé, com 7 pontos chutando frasco de Yakult na escola pegando o pé em uma calha enferrujada... Yakult que me faz lembrar minha vó Beatriz, mulher guerreira, que vai direto ao céu sem pedágio um dia (e que esse dia demore muito!!!). 
Tia Sandra

Lembro-me das visitas constantes do Seu Sete... como sinto falta dos abraços dele, do frango à passarinho e de tantas demonstrações de amor.

Lembro da sensação ruim ao mudar para Campinas em SP, onde não consegui me adaptar (em 1986), e depois a mudança para Brasília (1987) onde também não foi nada fácil... Em Campinas não dá pra esquecer 2 momentos: quando meu pai arrancou a pipa ¨furtada¨ das mãos de um muleque que não quis me devolver... e quando um gordo escroto chamado Wallace jogou cola na minha cabeça e tentei o acertar com uma pedra, que trincou o vidro de um carro de uma mãe que aguardava o filho sair da escola... filho esse que foi atrás de mim dentro do ônibus escolar e me deu um murro no nariz fazendo-o sangrar... (pôrra, será que aprontei muito quando eu era criança????....rs)
Eternos Amigos de 2º Grau

Depois vieram meus amigos de Stella Maris (já em Brasília), depois o segundo grau na Católica... quantas aventuras com esses amigos maravilhosos que continuam eternos...Depois veio a faculdade, os primeiros amores e as primeiras decepções....rs. Poucas mas grandes amizades ali também foram feitas...
Papai Noel do Conjunto Nacional
Aì veio a vida adulta... fui Papai Noel do Conjunto Nacional (aos 17 anos), vendedor de loja de shopping com uma gerente fdp...  estagiário em um laboratório de medicamentos e efetivado ao fim da faculdade, onde mais uma vez um gerente fdp... depois fui para a primeira multinacional onde fiquei 2 anos, depois fui vender celular, produtos de limpeza, tive meu negócio próprio com alguém que era o que eu considerava meu melhor amigo - e que hoje não mais nos falamos (infelizmente, tomara que da miha parte todos os ¨resgastes¨ com ele tenham sido concluídos)...

Depois fui trabalhar com segurança eletrônica, cigarros, faculdades (aulas), e aí comecei a dar aulas nos cursinhos de concurso, que são hoje além do meu ganha-pão, uma das coisas que mais amo fazer em minha vida.

Marietta
  Lembro de como a Marietta veio fazer parte de nossa vida (outra poodle) e que hoje está ¨mais para lá do que prá cᨠmas continua conosco...

Veio a compra do primeiro imóvel, o primeiro carro zero, a nova casa, a Flora, e a realização da minha vontade de ajudar meus pais a mudarem-se para um lugar melhor e com isso terem mais qualidade de vida...

Flora

Olho pra trás com muitas saudades de tudo... adoraria poder voltar no tempo e ter aproveitado melhor o que era realmente importante e que só apenas com a maturidade percebemos que foi deixado de lado... ao mesmo tempo, são nossas experiências do jeito que ocorreram que nos fazem sermos quem somos hoje...

Não me arrependo de nada, faria tudo de novo...
E que venham os próximos 35 anos...

Wendell Léo


29 de out de 2010

Doutorado em Estratégia

Zezão parou o caminhão na frente da loja do turco Kaled e falou:
- Seu Kaled, tem aqui um caminhão de arroz sem nota pela metade do preço, o senhor aceita?
- Claro que Kaled aceita.
E vira-se para o filho.
- Kaledinho, vai bra esquina e se abarecer fiscal vem corendo avisar babai.
Começam a descarregar e, no meio, aparece Kaledinho:
- Babai!... Fiscal vem vindo!!!
- Bára tudo e volta caregar! - grita Kaled.
Chega o fiscal:
- Venda grande não é seu Kaled?
- Ôh ôh, melhor venda do ano que Kaled feiz...
- E isso aí tem nota?
- Ainda num tem nota borquê Kaled está esberando caregá bra ver quanto mercadoria cabe na caminhon...
daí, Kaled tira nota.
- Não pode! diz o fiscal.
A nota fiscal tem de ser emitida antes de carregar!
- Ah!.... Antão bára tudo, que Kaled non qué brobrema com receita!...
- Volta, volta, descarega tudo caminhón e guarda lá dentro do loja!...

27 de out de 2010

O melhor exemplo de ESTRATÉGIA

Um senhor vivia sozinho em Cabrobó. Ele queria virar a terra de seu jardim para plantar flores, mas era um trabalho muito pesado.
Seu único filho, que o ajudava nesta tarefa, estava na prisão. O homem então escreveu a seguinte carta ao filho:
'Querido Filho, estou triste, pois não vou poder plantar meu jardim este ano. Detesto não poder fazê-lo, porque sua mãe sempre adorou flores e esta é a época certa para o plantio. Mas eu estou velho demais para cavar a terra. Se você estivesse aqui, eu não teria esse problema, mas sei que você não pode me ajudar, pois estás na prisão.
Com amor, Seu Pai.'
Pouco depois, o pai recebeu o seguinte telegrama:
'PELO AMOR DE DEUS, Pai, não escave o jardim! Foi lá que eu escondi os corpos'
Como as correspondências eram monitoradas na prisão, às quatro da manhã do dia seguinte, policiais apareceram e cavaram o jardim inteiro, sem encontrar qualquer corpo.
Confuso, o velho escreveu uma carta para o filho contando o que acontecera.
Esta foi a resposta:
'Pode plantar seu jardim agora, amado Pai. Isso foi o máximo que eu pude fazer no momento.'

Estratégia é tudo!!!
Nada como uma boa estratégia para conseguir coisas que parecem impossíveis.
Assim, é importante repensar sobre as pequenas coisas que muitas vezes nós mesmos colocamos como obstáculos em nossas vidas.

'Ter problemas na vida é inevitável, ser derrotado por eles é opcional'

Bons Conselhos para uma Boa Vida

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.
2. Quando estiver em dúvida, dê somente, o próximo passo, pequeno .
3. A vida é muito curta para desperdiçá-la odiando alguém.
4. Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. Seus amigos e familiares cuidarão. Permaneça em contato.
5. Pague mensalmente seus cartões de crédito.
6. Você não tem que ganhar todas as vezes. Concorde em discordar.
7. Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho.
8. É bom ficar bravo com Deus. Ele pode suportar isso.
9. Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.
10. Quanto a chocolate, é inútil resistir.
11. Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente..
12. É bom deixar suas crianças verem que você chora.
13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que é a jornada deles.
14. Se um relacionamento tiver que ser um segredo, você não deveria entrar nele.
15. Tudo pode mudar num piscar de olhos. Mas não se preocupe; Deus nunca pisca.
16. Respire fundo. Isso acalma a mente.
17. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre.
18. Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte.
19. Nunca é muito tarde para ter uma infância feliz. Mas a segunda vez é por sua conta e ninguém mais.
20. Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.
21. Acenda as velas, use os lençóis bonitos, use roupa chic. Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial.
22. Prepare-se mais do que o necessário, depois siga com o fluxo.
23. Seja excêntrico agora. Não espere pela velhice para vestir roxo.
24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.
25. Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você...
26. Enquadre todos os assim chamados "desastres" com estas palavras 'Em cinco anos, isto importará?'
27. Sempre escolha a vida.
28. Perdoe tudo de todo mundo.
29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.
30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo..
31. Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará.
32. Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso.
33. Acredite em milagres.
34. Deus ama você porque ele é Deus, não por causa de qualquer coisa que você fez ou não fez.
35. Não faça auditoria na vida. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora.
36. Envelhecer ganha da alternativa -- morrer jovem.
37. Suas crianças têm apenas uma infância.
38. Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou.
39. Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os lugares.
40. Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os outros como eles são, nós pegaríamos nossos mesmos problemas de volta.
41. A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.
42. O melhor ainda está por vir.
43. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça.
44. Produza!
45. A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente..

A Lua de Brasília

do mesmo lugar de onde vem a poesia
vem também uma poeira de encantamento
a lembrança de uma cidade, umidade
o sol alastrado, nódoa suja do cimento

da mesma forma que foi feita a poesia
foi feita também a agonia, solidão
a garatuja de uma verdade, ambigüidade
a vida enfeitada, felicidade em amplidão

a mesma lua que guarda a poesia
guarda também a luz da esperança
o cavalo de são Jorge, brinquedo
no alforje, quando ainda se é criança

Poema de Sandoval Fagundes