30 de out de 2010

35 anos!!!

35 anos se passaram, desde que reencarnei pela última vez...
Como passou rápido até aqui...
Ainda lembro-me do nome de todas as ¨tias¨ da escola, desde o maternal... inclusive da Tia Justina, na 2ª série, que me odiava....rs... de meus albuns de figurinhas colecionados na infância... de minha cadeirinha de palha assistindo ao meu pai lavar o carro no final de semana, e de minha mãe colocando seus discos em vinil aos finais de semana tomando uma cervejinha comendo salame com meu tio...
Meu Pai
Lembro-me das festinhas de aniversário, do bolo e guaraná, da minha amada Vó Preta sempre se desviando das fotos ou colocando a mão no rosto porque odiava tirar fotos...

Lembro-me da primeira cirurgia (aos 6 anos) para retirada da adenóide, e de minha recuperação com sorvete e a caixa de mágicas dada pela minha Tia Soninha...
Lembro-me da minha reação ao ganhar minha bicicleta Monark...rs
Lembro do Shazam (maritaca), a Chip e o Chop (2 cães) e depois a Sula (amada poodle, que chegou a mudar para Brasília conosco).
Bisavô Jorge e Sula

A Cadeirinha de Palha
Lembro-me do choro de minha bisavó Esperança todas as vezes que íamos na casa dela (sempre parecendo que era a ultima visita). Das torradas na casa da minha bisavó Luiza... das brincadeira com meu bisavô Jorge quando ele veio morar conosco após a ¨passagem¨ da bisa.


Minha Mãe
 





Lembro-me dos poucos momentos que tive ao lado do meu vô Rubens, e por mais que a vida tenha dado a ele outros destinos, só posso dizer que tenho muitas saudades do seu carinho.

Lembro-me da Tia Deolinda (muito mais que uma empregada), que tomava todas e fazia a família ¨pagar mico¨...
Vó Preta
Meu vô Preto, já falecido, que quando veio à Brasília com minha vó, vi pela primeira vez um beijo na boca entre eles que foi devidamente fotografado na Ermida Dom Bosco mas depois vimos que a máquina estava sem filme...

Tio Rubinho
As viagens em família para Arraial do Cabo/RJ... as brincadeiras com meu tio Rubinho, o irmão que não tive...

Vô Preto

Lembro de tantos detalhes... Dos meus amiguinhos vizinhos (Tiago e Mateus) e nossas brincadeiras com as coleções de Playmobil e Comandos em Ação...
 Dos meus amigos de infância na escola o Mundo da Criança em São Paulo... (Claudia, Giuliana, Sheila, Janaina, Fabiana, André, Paulo Henrique, Marcelo, Dênis e tantos outros). Da Dona Marlene, Dona Gioconda e até da faxineira da escola, a Dona Izabel...

Vó Beatriz
Lembro do primeiro corte, no pé, com 7 pontos chutando frasco de Yakult na escola pegando o pé em uma calha enferrujada... Yakult que me faz lembrar minha vó Beatriz, mulher guerreira, que vai direto ao céu sem pedágio um dia (e que esse dia demore muito!!!). 
Tia Sandra

Lembro-me das visitas constantes do Seu Sete... como sinto falta dos abraços dele, do frango à passarinho e de tantas demonstrações de amor.

Lembro da sensação ruim ao mudar para Campinas em SP, onde não consegui me adaptar (em 1986), e depois a mudança para Brasília (1987) onde também não foi nada fácil... Em Campinas não dá pra esquecer 2 momentos: quando meu pai arrancou a pipa ¨furtada¨ das mãos de um muleque que não quis me devolver... e quando um gordo escroto chamado Wallace jogou cola na minha cabeça e tentei o acertar com uma pedra, que trincou o vidro de um carro de uma mãe que aguardava o filho sair da escola... filho esse que foi atrás de mim dentro do ônibus escolar e me deu um murro no nariz fazendo-o sangrar... (pôrra, será que aprontei muito quando eu era criança????....rs)
Eternos Amigos de 2º Grau

Depois vieram meus amigos de Stella Maris (já em Brasília), depois o segundo grau na Católica... quantas aventuras com esses amigos maravilhosos que continuam eternos...Depois veio a faculdade, os primeiros amores e as primeiras decepções....rs. Poucas mas grandes amizades ali também foram feitas...
Papai Noel do Conjunto Nacional
Aì veio a vida adulta... fui Papai Noel do Conjunto Nacional (aos 17 anos), vendedor de loja de shopping com uma gerente fdp...  estagiário em um laboratório de medicamentos e efetivado ao fim da faculdade, onde mais uma vez um gerente fdp... depois fui para a primeira multinacional onde fiquei 2 anos, depois fui vender celular, produtos de limpeza, tive meu negócio próprio com alguém que era o que eu considerava meu melhor amigo - e que hoje não mais nos falamos (infelizmente, tomara que da miha parte todos os ¨resgastes¨ com ele tenham sido concluídos)...

Depois fui trabalhar com segurança eletrônica, cigarros, faculdades (aulas), e aí comecei a dar aulas nos cursinhos de concurso, que são hoje além do meu ganha-pão, uma das coisas que mais amo fazer em minha vida.

Marietta
  Lembro de como a Marietta veio fazer parte de nossa vida (outra poodle) e que hoje está ¨mais para lá do que prá cᨠmas continua conosco...

Veio a compra do primeiro imóvel, o primeiro carro zero, a nova casa, a Flora, e a realização da minha vontade de ajudar meus pais a mudarem-se para um lugar melhor e com isso terem mais qualidade de vida...

Flora

Olho pra trás com muitas saudades de tudo... adoraria poder voltar no tempo e ter aproveitado melhor o que era realmente importante e que só apenas com a maturidade percebemos que foi deixado de lado... ao mesmo tempo, são nossas experiências do jeito que ocorreram que nos fazem sermos quem somos hoje...

Não me arrependo de nada, faria tudo de novo...
E que venham os próximos 35 anos...

Wendell Léo


Um comentário:

Anônimo disse...

AFINIDADE É TUDO: tambem reencarno, e tenho uma bichana chamada MARIETA!! muito = ne n???