30 de mar de 2011

José Alencar x BBB 11

Sem muitos comentários, apenas para refletir...

Morre hoje um dos poucos políticos honestos, íntegros e exemplos de vida do país, José Alencar.
Deveria servir de reflexão para nós mesmos, pelo seu exemplo de vida, luta e nunca desistir...

Mas com quase 60.000.000 de votos, o povão tá preocupado mesmo é com a Maria ganhanho R$ 1.500.000,00. Tomara que ela ajude cada um que votou nela, como o exemplo desse homem nos ajudou e nem damos o devido valor.

Lamentável... pela sua morte, e pela morte da inteligência de um povo!
Fica aqui minha homenagem a este raro exemplo!
Obrigado, José Alencar!!!

 

27 de mar de 2011

Comentários da Prova PGDF - 2011

Amigos
Segue abaixo meus comentários da prova da PGDF relativas às questões de Atendimento, Liderança, Hierarquia, Qualidade, Trabalho em Equipe.
Boa sorte à todos
Abração
Wendell Léo

 34 – A
O item ¨A ¨está correto pela razão dos outros itens serem muito mais errados. A alternativa ¨A¨ coloca que o profissional de atendimento deve sempre compreender e atender as necessidades de quem está sendo atendido. Particularmente discordo, pois nem sempre as necessidades de quem está sendo atendido é o certo de ser feito. Sendo assim, a alternativa ¨A¨ é a menos errada.




35 – B
Correta a opção B. Segundo o dicionário, afável significa ¨adj. Que se mostra acolhedor; cortês, polido.¨ Sendo assim, uma pessoa afável realmente possui traços de cortesia, confiabilidade, flexibilidade e tolerância. Uma pessoa acolhedora demonstra confiabilidade.
A banca pode também considerar correto o item ¨D¨, já que pessoas que precisam  arriscar para conseguir emoções são danosas à qualquer circunstância. Eu fico com a ¨B¨.
36 – E
Correta opção E. Nessa questão em especial, a banca foi capaz de copiar todos os itens de provas passadas do CESPE. Aos alunos que acompanharam listas de exercícios encaminhadas por mim perceberão que todos os itens são questões de provas anteriores.
37 – C (itens I e III corretos)
Item I – Correto. O poder compartilhado aumenta a auto-estima e a valorização do próprio trabalho.
Item II – Errado. Empoderamento, ou o ¨empowerment¨ parte da idéia de dar às pessoas o poder, a liberdade e a informação que lhes permitem tomar decisões e participar ativamente da organização. A utilização de equipes autodirigidas e a adoção de sistemas orgânicos de administração e culturas participativas e abertas nas organizações significam que estas estão tentando difundir e compartilhar o poder com todos os seus membros, abrindo mão do controle centralizado, e isto parece ser a solução viável que promove rapidez, flexibilidade e capacidade de decisão da organização. Sendo assim, descentraliza-se o processo.
Item III – Correto, de acordo com a justificativa acima.
Item IV – Errado. O autoritarismo e alto grau de senso hierárquico não se aplica a toda autoridade organizacional.
38 – E
O item ¨E¨ está errado, pois dentro dos esforços pela melhoria da qualidade como o enunciado diz, as pressões de curto prazo tendem a diminuir ou até mesmo desaparecer quando se avança no Kaizen – melhoria contínua. Sendo assim, o esforço gerencial deve se ocupar cada vez mais com esforços de melhoria de qualidade.

Nessa questão a banca colocou em seu gabarito hoje que a resposta correta seria a alternativa ¨D¨.  Pelos critérios da qualidade total, que conta com a participação de TODOS, essa letra D também ficaria errada, pois a alta cúpula estaria se eximindo da responsabilidade. No entanto, a área de T&D poderia se responsabilizar por colocar todos os elementos de qualidade para todos na empresa, inclusive para a própria cúpula.
É o típico caso de 2 questões a serem marcadas, mas no entanto, no meu ponto-de-vista, a ¨E¨ está mais errada que a ¨D¨.

39 – E
O item ¨E¨está errado, pois uma equipe com comunicação aberta, questionando opiniões, se desenvolve, já que nem todo conflito é negativo para as organizações.
40 – B
O item ¨B¨ está correto, de acordo com a própria autora, Fela Moscovici (1994), pode-se considerar equipe um grupo que compreende seus objetivos e está engajado em alcançá-los de forma compartilhada. A comunicação entre os membros é verdadeira, opiniões divergentes são estimuladas. A confiança é grande, assumem-se riscos. As habilidades complementares dos membros possibilitam alcançar resultados. Respeito, mente aberta e cooperação são elevados. O grupo investe constantemente em seu próprio crescimento.

22 de mar de 2011

¨Depósito do Gouveia¨ - Só frequenta quem é MANÉ!!!

Não sei até onde é verdade... tomara que não o seja. Se o for, mais um exemplo negativo de atendimento em Brasília...

Segue abaixo relato de um ¨cliente¨ do ¨Depósito do Gouveia¨ (nome fictício) em alguma quadra da Asa Norte.
São atitudes como essa que farão sermos melhor atendidos... CONSUMIDOR PODE SER IMBECIL APENAS SE QUISER! PRECISAMOS APRENDER A RECLAMAR!!!
Lugarzinho que não frequento, e nem pretendo depois dessa...


Amigos,
Ontem, dia 12 de março de 2011, meu aniversário, resolvi comemorar no ¨Depósito do Gouveia¨, na XXX Norte, em Brasília. O ambiente e a roda de samba são excelentes, e a comida é boa, mas a desonestidade do estabelecimento é impressionante.
O início do problema foi quando um garçom, ao trazer um chope para a mesa, fez a marcação de 2 chopes no cartão. No exato momento do ocorrido, o garçom foi chamado e foi pedida a correção, e ele afirmou que não havia marcado dois chopes, mas apenas 1. Entretanto, disse que traria outro "de graça" em um tom jocoso. Em outro momento, ao trazer mais um chope, marcou o mesmo como sobremesa na comanda - que é mais cara que o chope. Mas o pior ainda estava por vir. Ao pegar a comanda para que pudesse trazer a conta, ele saiu com 12 feijoadas marcadas, mas voltou com 14. Pra piorar, em uma mesa de 14 pessoas, fez a cobrança de 18 couverts artístico (R$ 10,00 por pessoa).
Quando fui reclamar com o gerente, ele simplesmente disse que não podia fazer nada, e que o problema tinha que ser resolvido com o garçom. O garçom ainda se virou para nós e disse que estávamos errados desde o primeiro problema. Tivemos que ter uma baita discussão com o gerente e o garçom, chegando até mesmo a ter que voltar às fotos tiradas na comemoração do aniversário para certificar a cobrança indevida da conta.
No final das contas, retiraram a cobrança indevida, que era de mais de R$ 200,00, mas me questiono quantas pessoas já não passaram por isso e acabaram pagando a conta desonesta emitida por eles. Em outra ocasião, desta vez no aniversário de minha namorada, que também havia sido comemorado lá há 2 anos e meio, também houve problemas com a conta. Preferimos, na primeira ocasião, acreditar que se tratava de um erro honesto e que era um problema isolado. Entretanto, após este segundo problema e o tratamento dispensado, realmente a minha opinião é que se trata de um estabelecimento DESONESTO.
Fico me questionando quantas pessoas, em uma situação de celebração, em um bar conhecido por seus chopes, não tenham se atentado para o "erro" na conta.
Reitero minha opinião após conversar com outros amigos que também tiveram problemas com a conta no Armazém do Ferreira, e que concordam que são DESONESTOS.
Não sei se isso mudará a opinião de vocês, mas espero que pelo menos lhes sirva de alerta na próxima vez que forem ao ¨Depósito do Gouveia¨, na XXX Norte. Tomem MUITO CUIDADO com a conta de vocês.
Sintam-se à vontade para enviar este email para a sua lista de contatos. Quando o consumidor começar a reclamar, os estabelecimentos comerciais terão de mudar. Não somos nós que dependemos deles, mas sim o contrário. A força que temos com a Internet é muito maior do que imaginamos.
Se alguém quiser mais informações ou verificar a veracidade do email, estou à disposição.
Abraços,
Henrick Oprea

18 de mar de 2011

Um recado aos meus alunos concurseiros


"Um velho sábio ensinava ao povo ser trabalhador e cauteloso.

"Nada de bom pode vir a uma nação cujo povo reclama e espera que outros resolvam seus problemas. Deus dá as coisas boas da vida a quem lida com os problemas por conta própria".

"Uma noite, enquanto todos dormiam, ele pôs uma enorme pedra na estrada, impedindo a passagem. Escondeu-se e ficou observando. Primeiro apareceu um fazendeiro com uma carroça carregada de sementes. Ele se desviou da pedra e saiu praguejando: "Por que esses preguiçosos não mandam retirar essa pedra da estrada".

"Logo depois veio um jovem soldado que tropeçou na pedra. Se irritou, praguejou, reclamou, mas nada fez para desobstruir o caminho. Todos que passaram por lá resmungavam, reclamavam, mas ninguém fez nada para retirar aquela pedra da estrada.

"Em seguida apareceu a filha do moleiro que, embora cansada, resolveu remover a grande pedra. Empurrou, empurrou, puxou para cá, puxou para lá e depois de tanto insistir conseguiu livrar o caminho, colocando a pedra na lateral da estrada. Para sua surpresa, encontrou uma caixa debaixo da pedra. Ergueu-a. Era pesada, pois estava cheia de alguma coisa. Na sua tampa havia os seguintes dizeres:

"Esta caixa pertence a quem retirar a pedra do caminho".

"Ela abriu a caixa e descobriu que estava cheia de ouro. Ficou muito feliz. Foi para sua casa. Quando o fazendeiro e o soldado souberam do ocorrido, correram para o local. Revolveram o pó da estrada com os pés, na esperança de encontrar um pedaço de ouro. Nada acharam.

"O sábio disse: "Meus amigos, com frequencia encontramos obstáculos e fardos no nosso caminho. Podemos reclamar em alto e bom som enquanto nos desviamos deles se assim preferirmos, ou podemos erguê-los e descobrir o que eles significam. A decepção é normalmente o preço da preguiça".

Caros amigos concurseiros (e quem mais estiver lendo essa parábola): nós nos movemos em razão das nossas necessidades (isso é normalmente certo). A regra, portanto, é a zona do conforto, do comodismo, da inércia, da preguiça.

Mas saiba: você não chega a lugar nenhum quando você tem vontade forte, mas uma fraca disposição para obedecer-lhe (Carlos Drummond de Andrade, brasileiro, poeta). O pior naufrágio, na nossa vida, é daquele que nunca saiu do porto (Amyr Klink, brasileiro, navegador). Se você nada faz para mudar sua realidade, vai continuar conseguindo o que você sempre conseguiu (Anthony Robbins, americano, escritor). A preguiça anda tão devagar que a pobreza [a decepção, o insucesso] facilmente a alcança (Confúcio, chinês, filósofo). Trabalho duro tem um retorno futuro, preguiça retorna agora (Steven Wright, americano, ator).

Avante!

13 de mar de 2011

Terremotos, Tsunamis...

E então povo? Até quando continuaremos judiando da mãe natureza???
Ela responde violentamente...