28 de jan de 2011

Esse é o Brasil que o Povão merece!!!

É literalmente FODA!!!
Olha a notícia que saiu hoje sobre quem será o candidato único para presidência do Senado... Ninguém mais, ninguém menos que o Sr. José Ribamar de Araujo Costa (Sarney). E talvez a vice seja ninguém mais, ninguém menos que a Dona Marta Suplicy...

Esse é o Brasil que merecemos... Eu avisei! Votem na Dilma e terminaremos de fuder com o Brasil!!!
PT e PMDB juntos... já está dando merda, e vai dar mais ainda!!!


BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), confirmou que vai disputar a reeleição à presidência da Casa, atendendo a pedido do partido, informou nesta quinta-feira a assessoria de imprensa do senador.
Se for reeleito, Sarney ocupará pela quarta vez a presidência do Senado.
Por ser a maior bancada da legislatura que começa em fevereiro, o PMDB, com 19 senadores, fica com a presidência. O PT, segunda maior bancada (15), optou pela primeira vice-presidência.
A bancada do PT, que se reuniu nesta quinta para definir um nome para disputar a vice-presidência, ainda não escolheu entre Marta Suplicy (SP) e José Pimentel (CE).
O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmou na tarde desta quinta-feira que a decisão de tentar a reeleição não veio dele, mas do partido. Segundo o senador, ele nunca apresentou candidatura alguma.
"Não desejava ser presidente do Senado. Estou fazendo com grande sacrifício, mas apenas porque busquei que encontrassem outra solução e, em face do partido não ter encontrado, comuniquei ontem que ele podia e tinha concordância para submeter meu nome à bancada."
A eventual reeleição daria ao peemedebista sua quarta rodada na presidência do Senado.
"É uma convocação. Nunca fui presidente do Senado senão por convocação. Nunca por vontade própria", diz.
O senador está em seu quinto mandato parlamentar. Em 1971, assumiu uma vaga na Casa, de onde saiu em 1985 para ser presidente de República. Posteriormente, voltou ao Senado eleito e reeleito pelo PMDB do Amapá.
Em um balanço sobre a legislatura que se encerra, Sarney disse que houve "luta pela sobrevivência".
"A legislatura passada foi marcada pelo ano da eleição e tínhamos dois terços do Senado. Portanto, o viés de todo debate era político e havia luta pela sobrevivência. Havia eleição presidencial e, portanto, era um momento em que a paixão sobrepunha-se à razão."

Acompanhem abaixo se PT e PMDB não vai dar merda maior ainda...

Durante almoço ontem, em Brasília, um grupo de dez deputados do PMDB lançou fortes críticas contra o PT e integrantes da própria sigla.
Sem saber que um repórter da Folha estava na mesa ao lado, disseram que o PT tenta marcar o PMDB como o partido do "fisiologismo" e que o governo repassou à sigla só ministérios irrelevantes.
A reunião ocorreu no restaurante Fritz, o mesmo em que a "equipe de inteligência" da pré-campanha de Dilma Rousseff se reuniu para traçar estratégia de espionagem contra o PSDB em 2010.
Estavam no encontro Ibsen Pinheiro (RS), Osmar Serraglio (PR), Osmar Terra (RS), Edinho Bez (SC), Gastão Vieira (MA), Raul Henry (PE), Geraldo Resende (MS), Mauro Mariani (SC), Manoel Júnior (PB) e o deputado eleito Alceu Moreira (RS).
Eles batizaram o grupo de "Afirmação Democrática".
Osmar Terra era um dos mais exaltados. Classificou o ministério de seu correligionário Moreira Franco (Assuntos Estratégicos) como "ridículo" e disse que a pasta de Garibaldi Alves (Previdência) é "presente de grego".
Um dos participantes, não identificado quando falou, disse que a Agricultura é "a única pasta que serve".
Terra disse também que, "como todos já esperavam, esse [a gestão da presidente Dilma] vai ser o governo do PT", ainda mais do que foi o do ex-presidente Lula.
Ibsen Pinheiro ressaltou que o PMDB tem uma imagem "horrível" perante à opinião pública e que o PT ajuda a difundir a ideia de fisiologismo do partido.
Todos concordaram, porém, que colegas, como o deputado Eduardo Cunha (RJ), reforçam essa imagem.
Procurado pela Folha, Terra disse que o grupo começou a se reunir no fim de 2010 e pretende levar propostas ao governo. "Nem todos no PMDB defendem o fisiologismo", afirmou.
Disse que as classificações que deu às pastas do PMDB foram para ilustrar a pouca influência do partido. "A área de serviços, educação, saúde, está toda na mão do PT. O PT está com 70% dos cargos no governo. E o PMDB que é fisiológico? Isso ninguém fala sobre o PT."

Nenhum comentário: